quarta-feira, 16 de fevereiro de 2011

Queria que fosse diferente, pelo menos dessa vez


Sabe quando você começa a arriscar uma coisa mais no fundo você já sabe o que vai acontecer?
E quando você comenta isso com alguém a pessoa te diz: "Para de ser pessimista!"
Só que você sabe que isso não é ser pessimista e sim se proteger de uma dor, de mais uma cicatriz incuravel, que vai estar presente ali no seu coração, enquanto ele bater.
Querer se defender contra essas cicatrizes, não é ser péssimista, e não querer sofrer. As vezes quer dizer que não temos forças o suficiente para enfrentar isso, mais quem tem?
Quem sabe realmente o que é o amor?
Quem sabe o que o amor quer de nós?
Quem não tem 'medo' de amar?
Quem não quer amar e ser amado?
Ah, como eu queria isso, como eu queria que pelo menos dessa vez a historia tivesse um outro final, um final feliz para mudar um pouco, nem que não fosse pra sempre, por alguns anos, ou meses, ou semanas, ou dias, ou hora, ou um minuto que fosse. Mais queria que fosse diferente.
Queria ser feliz, nem que por alguns segundos, mais um felicidade sem tamanho, que me faça ficar sorrindo atoa, que me tire o sono, e que quando eu consiga dormir me faça sonha. Uma felicidade que fique na minha cabeça, me fazendo ficar offiline de mim mesma por alguns instantes, pensando nessa felicida.
Queria que fosse diferente, pelo menos dessa vez...

Um comentário:

  1. Que lindo amiga. Curti muito seu texto, e me encaixei muito ai também *-*

    ResponderExcluir